Pequenas figuras

Nunca imaginei que teria dois meninos. Mas me abençoou com estes sapequinhas. PEDRO MIGUEL meu primogênito e GUILHERME meu baby. Dedico meus dias a vocês, e que sejam felizes. Homens de minha vida! Agora somos quatro e um gato...rsss

Medos na infância

quinta-feira, novembro 12, 2009

Uma noite Pedro estava sem sono e ficou acordado até mais tarde.
E ouviu pela primeira vez o apito do vigia do bairro.
Não foi nenhum pouco fácil alcamar este menino. 
E o pior é que realmente era um apito muito alto, muito mesmo. Eu moro no primeiro andar da casa, e ficava zinundo no ouvido todas as vezes que o vigia passava. Até aí eu entendi o meno do meu garoto.

Sempre que o vigia passava Pedro acordava assustado com o alto som do apito, dei graças a Deus o vigia ter mudado. Mas Pedro não...

Ontem a noite ele ouviu pela primeira vez o apito do novo vigia, o medo foi tanto que essa criança gritou e paralizou chorando, me cortou a alma profundamente. Depressa agarrei ele e abracei bem forte, mas ele não se acalmava. Corri para fazer o que fazia antes com o outro vigia, fui  com ele até a sacada para mostrar que era só um homem com um apito igual aos que ele tem. Não adiantou, ele nem queria olhar.

O mais estranho é que com o outro vigia isso fucionou e eu ainda fazia brincadeiras quando ele passava, como dizer "eita" em forma de surpresa quando ele apitava, e o Predo achava até graça.
O apito deste vigia de  agora é bem mais baixo, e é diferente não assusta o som é melhor, mas Pedro ainda sim tem mais medo que antes.

Foi por isso que hoje resolvi pesquisar sobre medos na infância. Para não ficar perdida quando meu Pedro acordar como o primo Gabriel dizendo que uma vela queria matar ele queimado, ou passar o dia me perguntando como seria e o que faria um fantasma ali parado, mesmo comigo dizendo que fantasmas não existem. Minha irmã ficou doidinha nesse dia. rsrsrs
 Na minha pesquisa encontrei esses três links:
Vale a pena conferir.

0 COMENTÁRIOS:

Related Posts with Thumbnails

Vale a pena visitar