Pequenas figuras

Nunca imaginei que teria dois meninos. Mas me abençoou com estes sapequinhas. PEDRO MIGUEL meu primogênito e GUILHERME meu baby. Dedico meus dias a vocês, e que sejam felizes. Homens de minha vida! Agora somos quatro e um gato...rsss

segunda-feira, outubro 19, 2009

    Olá pessoal
 A minha casa está cheirando a jasmim... é tão forte que fico até meio enjoada.
Mas está não é nossa primeira casa, vou contar um pouco das casas onde moramos.

Vou começar pelo  tempo e donos das casas, e depois sobre as casas.

  • 1 mês na casa de dona Vilma(R$ 150).

Era uma casa bem quente, essa faixa verde é a calha toda furada que tornava impossivel entrar no banheiro ou ir ao "quintal" em dias de chuva.
As partes cinza são pia, tanque, e coisas de banheiro, e as vermelhas são janelas. 
Da sala para a cozinha tinha este pequeno muro, eu achava bem bonitinho.
A dona queria nos cobrar 250...sem comentarios...
A casa dela arrodiava a nossa casa, era uma casa de esquina. Na frente do quarto tinha uma garagem que ela alugava como estabelecimento comercial e ela morava na parte de cima do desenho, o quintal dela passava bastante os da nossa casa, do lado direito em diante.
Esta casa era o resto da garagem dela com um pedaço do quintal.
A tal calha vinha do quintal dela.
Eu já estava com quase 5 meses de gravidez quando fomos morar lá.
  • 1 mês e uma semana na casa de seu Eraldo(R$ 150)


Essa casa era no mesmo conjunto que nossos pais moravam, ela ficava no meio do caminho, entre as casas dos nossos pais.
Essa tambem não era legal quando chovia, entrava água pela janela e escorria água por toda a parede de frente para o quarto, ou seja, molhava da cozinha a sala. Alagava mesmo. Inundava mesmo.

O chão era cimento puro pintado de verde lodo, e as paredes de cimento salpicado pintado de branco. Quando saímos da casa ela estava marrom de tanto cupim que tinha nela.
Notem que eu não fechei o quintal, é porque ele era junto com o quintal do dono, à direita e da outra casa de aluguel, à esquerda. Por causa disto meu Poodle morreu, mas isto é outra história.
  • 1 mês na casa dos nossos pais
Dessa não tem nem o que se dizer.RSRSRS
Porém eu nunca me dei muito bem com meu sogro, e mãe do meu marido é meio "mimadora" ao extremo,
não notava que o filho mais velho já era pai de familia...mas isto é outra historia também.
E na cas dos meus pais não tem espaço para dormir então só iamos para lá quando eles viajavam ou para visitalos.
  • 4 meses na casa de Patrique(R$150)


Acho que essa foi um ato de desespero meu, eu não aguentava mais a falta de sussego e privacidade.
Pedro quase nasceu nessa casa, eu estava lavando as paredes quando vieram as contrações ... foi tudo tão rapido, acho que não passei nem 10 minutos na sala de parto, e não chegeui a passasr pelo pré-parto.
Notem que não tem sala nem cozinha, tem corredor. Esse pequenos traços pretos são os alicerces da casa do vizinho do lado, tipo colunas.
Essa casa era muito abafada e umida. As roupas no varal não secavam, mofavam.
E o pior é que água e energia não precisavamos pagar, porque ele tinha um gato, por atraso.
Mas iam todos os dias para a igreja... Santinhos!

Eles moravam do lado direito, um casal jovem.

Então viemos para Estância e fomos morar na casa de dona Valdira
  • 1 ano e um mês na casa de dona Valdira(R$150)



 Bem o que posso dizer, é bem grande.
Meu marido finalmente foi convocado pela Prefeitura de Estância, cidade onde moramos.
Parecia a casa dos sonhos...só isso, e não passava disto.
Toda azulejada, pintada, espaçosa, dinâmica, lageada...
Para começar, pombos moravam na lagem, e ela simplesmente era igual a de seu Eraldo em dias de chuva, água por todo lado principalmente no primeiro quarto, vinha da lagem muiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiita água.
A parte verde é um canteiro, e a cinza claro é muro baixo.
Os pombos nunca davam sussego. Eu sempre tinha que lavar a área de serviço quando acordava.
E o bairro...todo dia vinha um drogado pedir esmola, e toda hora viaturassss desciam a rua, onde eu nunca me atrevi a ir.
Porém a casa era toda gradeada...Acho que Valdira a dona já sabia do perigo.
Ela morava na entrada do conjunto e nós no fim da GIGANTESCA avenida principal.

O circulo verde é ela e o vermelho somos nós.

  • Agora estamos em uma nova casa, a casa de dona "Ninha" já faz um mês.


Por 200 contos com internet, que não tinha em nenhum dos outros lugares.
A casa é o primeiro andar e é muito fresca, tão espaçosa quanto a última.
Fica atras da casa do pai do prefeito Dr Jorge Leite, o dono da Surgipe e de quase toda Estância...mas istó é outra história também.
Em tempos de chuva não alaga, não cozinhamos aqui dentro.
O único problema até agora é um casal de morcegos que mora no teto, mas isto o corpo de bombeiros resolve.
Ah! e fica a 5 minutos do trabalho de meu marido.
O desenho não está fiel, mas dá para o gasto.
O circulo azul é uma caixa d'água.
Os donos moram em baixo.
E eu espero passar mais um ano aqui...rsrsrs
A proposito o cheiro de jasmim vem da "modesta" casa de Dr Jorge, que tem muitos jasmineiros no quarterão, ops, quintal dele.
Até mais!

0 COMENTÁRIOS:

Related Posts with Thumbnails

Vale a pena visitar