Pequenas figuras

Nunca imaginei que teria dois meninos. Mas me abençoou com estes sapequinhas. PEDRO MIGUEL meu primogênito e GUILHERME meu baby. Dedico meus dias a vocês, e que sejam felizes. Homens de minha vida! Agora somos quatro e um gato...rsss

Repetindo tudo. "Tudo"

terça-feira, agosto 31, 2010

Pois é, parece que tenho um pequeno gravador em casa.
"Casa".
Na verdade tá mais para uma filmadora completa.
"Competa".
Agora sempre qu o pai chega do trabalho e vem me contar alguma história, tem um pequeno eco em suas palavras e movimentos.
"mento".
......rsrsrsr.
É exatamente isso, tudo que falamos aqui em casa ele repete. Tudo o que falamos e fazemos.
Principalmente se for o papai fazendo.
Ontem, o pai veio me contar sobre a primeira vez que soltou uma pipa, e o guri também é claro.
E o pai mostrava como estava soltando, e o garoto também, e ambos contavão a história da pipa que o malandro torou... eu nem entendi a história direito, fiquei bolando de rir com meu garoto imitando direitinho o papai.O pai fez questão de repetir toda a história, só para ver o Pedro imitando ele.
Esta é a fase que mais estou amando e me orgulhando, finalmente ele está aprendendo direitinho as palavras e seus significados.
Mas, como sempre tem um mas, tem também a parte chata da história. Ele também repete o que ouve nas ruas.
Tento explicar o que ele pode e que não pode falar, mas o pequeno não percebe a malícia de certas palavras. Mesmo assim não vou parar de ensina-lo a falar da forma que ao meu ver, não é vugar.
Acho que vocês irão concordar comigo que uma criança falando palavrão não fica nada bonito.
Gostaria que toda mãe concordasse com isso, mas não posso convencer todo mundo do que acho ser certo.
As vezes acho que deveriamos primeiro educar os adultos... mas isso seria realmente bem difícil.

Voltando ao Pedro.

Repetir as palavras e gestos não é tudo que ele tem feito, ele descobriu o siguinifcado de duas palavras importantes:
Lindo e medo.
Ele descobrio medo quando estava na gangorra do parque. Ele realmente teve medo, e bastou eu perguntar se ele estava com medo que o garoto aprendeu ligeirinho o que 'medo' quer dizer.
Agora sempre que vai para a gangorra e fica com medo, o garoto grita "Pale, medo".
Descobriu lindo quando fui cortar seu cabelo, pois é a cabeleleira aqui sou eu mesma... ui!
Enquanto eu cortava eu dizia que iria ficar lindo, crente de que ia mesmo. Quando terminei a primeira cousa que ele me disse foi "Mamãe, nindo!" apontando para sua cabecinha.
Tudo bem que não foi um supre corte, eu só aparei, e ficou bem legal.
Confesso que das outras vezes que cortei errei feio, mas desta eu garanto que fiz tudo bem melhor.
Fico só de olho quando cortam no salão.
Deu para sacar a diferença???
Cabelo de homem se corta com a tesoura em pé.
E é por isso que agora o Pedro está "nindo". E ele faz quastão de mostrar a todo mundo.
Eu me escondo...

3 COMENTÁRIOS:

Cheilinha disse...

Concordo plenamente com vc.
Evito esses tipos de palavrões dentro de casa, brigo com quem ensina ou fala perto de Dudu.
Odeio palavrão.
Evito ao máximo e qnd escapa ganho um tapinha na boca!
Deve estar sendo maravilhosa essa fase de Pedrinho.
Bjinhos.

Luna disse...

Também acho muito feio criança falando palavrão, e quando a família não tem o hábito de inseri-los em suas conversas dificilmente a criança o fará. É claro que não podemos controlar o que ouvem na rua e na escola, mas ainda acredito que o maior exemplo vem de casa.

Quanto ao cabelo do Pedro tá "nindo" mesmo!

Bjinhos

Paty Fortunato disse...

Amiga,

Eu tb tenho um papagaio aqui rs...
Nessa fase,temos q tomar ainda mais cuidado com o falamos, pq eles repetem tudo,até os palavrões...mesmo sem entender nada.
É feio demais criança xingando.

Beijocas!

Related Posts with Thumbnails

Vale a pena visitar